Atingindo maior IDEB da história, Balneário Piçarras recebe destaque da Aprende Brasil

 





O Sistema de Ensino Aprende Brasil, da Editora Positivo, destacou Balneário Piçarras pelas notas obtidas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. O município recebeu um certificado e uma placa, fixada na Secretaria de Educação, para simbolizar o ato. O melhor resultado está nos anos iniciais, que o município atingiu 6,4 de nota, com a média nacional em 5,7.


“Para nós é extremamente importante saber que entre os municípios da Amfri, Balneário Piçarras foi um dos poucos municípios em que houve um avanço, e que se coloca também como um dos municípios que mais cresceram em relação ao índice do Ideb, segundo a última divulgação”, comemora a Secretária de Educação, Laureci Bernadete Schneider Pereira.


Nos anos finais, a nota é de 5,4 e a média nacional é de 4,5. “IDEB é o meio mais garantido de medir a qualidade do aprendizado na educação em todo o Brasil. Os índices demonstram que nosso investimento em Educação tem dado certo. Nossa administração priorizará até seu último dia as pastas de Educação e Saúde”, afirmou o prefeito Leonel Martins.


Nas unidades educacionais, o destaque nos anos iniciais fica para a Escola Núcleo de São Brás, que atingiu a nota de 6,8 e nos anos finais o melhor desempenho foi da Escola Monteiro Lobato, do bairro Nossa Senhora da Paz, com 6,1.



IDEB




Ideb é o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, criado em 2007, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), formulado para medir a qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino.


O Ideb funciona como um indicador nacional que possibilita o monitoramento da qualidade da Educação pela população por meio de dados concretos, com o qual a sociedade pode se mobilizar em busca de melhorias. Para tanto, o Ideb é calculado a partir de dois componentes: a taxa de rendimento escolar (aprovação) e as médias de desempenho nos exames aplicados pelo Inep. Os índices de aprovação são obtidos a partir do Censo Escolar, realizado anualmente.


As médias de desempenho utilizadas são as da Prova Brasil, para escolas e municípios, e do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), para os estados e o País, realizados a cada dois anos. As metas estabelecidas pelo Ideb são diferenciadas para cada escola e rede de ensino, com o objetivo único de alcançar 6 pontos até 2022, média correspondente ao sistema educacional dos países desenvolvidos.