Balneário Piçarras )) Nova fase de testes no projeto de separação de resíduos do Recicla Aí



A Fundação do Meio Ambiente de Balneário Piçarras - Fundema, está implantando o projeto piloto para separação e coleta de resíduos - recicláveis, orgânicos e rejeitos. 


Este projeto piloto é parte das metas do Programa Recicla Aí, que em 2020 foi considerado pelo Ministério do Meio Ambiente o melhor programa de Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos e recebeu recursos que somam R$ 2.742.500,00 para a aplicação.


Entre os pontos integrantes do Programa Recicla Aí estão os ecopontos instalados em vários pontos da cidade, a central de compostagem e o programa de coleta seletiva.


A nova etapa



As lixeiras padronizadas com separação para resíduos recicláveis, orgânicos e rejeitos já vinham sendo instaladas desde o ano passado em alguns pontos da cidade e agora terão ampliação.



Nesta nova etapa, de acordo com a Fundema, serão 1.018 residências, 5 escolas municipais e 19 unidades municipais. Os moradores das residências selecionadas vão receber capacitação para a separação correta dos resíduos. A implantação das lixeiras será no Centro e nos bairros Nossa Senhora da Paz, Santo Antônio e Itacolomi.  


As residências devem ter 1,5m de calçada para comportar a lixeira de 30cm e garantir a acessibilidade, regulamentada em 1,20m. As maiores unidades municipais receberão quatro bombonas de 30 litros.



Os resíduos recicláveis e orgânicos serão coletados pelo caminhão da coleta seletiva, sendo destinados, respectivamente, para a cooperativa de catadores de materiais recicláveis e para a futura central de compostagem do município, que faz parte da etapa 2 do projeto. Os participantes cadastrados no projeto vão poder receber parte do adubo da Central de Compostagem. 



“O projeto engloba ainda a coleta de restos de jardinagem, poda e corte de árvores. Após passarem por trituração, os resíduos serão incorporados ao processo de compostagem para formação de adubo, que poderá ser distribuído para a população interessada em recebê-lo”, destaca a engenheira sanitarista da Fundação do Meio Ambiente de Balneário Piçarras (Fundema), Julia Campos Dotto.



A engenheira sanitarista acrescenta que o comprometimento em participar do projeto é essencial e que esta fase piloto é uma ótima oportunidade para identificar possíveis problemas e fazer as melhorias necessárias. "Nosso objetivo é ampliarmos aos poucos a coleta em três frações para toda a cidade e, quem sabe um dia, tornar Balneário Piçarras uma cidade referência na boa gestão e gerenciamento de seus resíduos sólidos”, complementa.

Postar um comentário

0 Comentários