As novas ideias e ações para o turismo em Barra Velha



Ponte pênsil: um dos cartões-postais de Barra Velha
Foto: Rodrigo Knack / Aqui Comunica


O município de Barra Velha, através da Fundação Municipal de Turismo, Esporte e Cultura (Fumtec), está desenvolvendo uma série de ações para a reestruturação das atividades turísticas. Além das praias, já bem conhecidas por veranistas da região e de estados vizinhos, a cidade quer desenvolver outros segmentos turísticos, de forma a diversificar as atividades e promover a atração de visitantes além do verão.

O município faz parte do Grupo de Trabalho em Turismo, integrado à Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, criado com o objetivo de desenvolver os municípios do litoral norte de forma conjunta, criando assim um grande roteiro turístico. Entre as ações propostas no grupo de trabalho está o levantamento dos atrativos e o planejamento de ações para a estruturação dos municípios para o recebimento dos visitantes a partir da retomada das atividades e no pós-pandemia.


Cadastramentos

Em Barra Velha, algumas ações estão ganhando destaque na transformação turística da cidade. Entre elas estão o estímulo a adesão, por parte das empresas ligadas ao setor, ao Cadastur, cadastro do Ministério do Turismo que, além de organizar e dar mais segurança aos turistas, pode ajudar a facilitar o acesso a linhas de crédito, capacitações e outras vantagens.

 

Outro programa que Barra Velha está estimulando é a adesão ao selo Viaje + SC, do Governo do estado, que visa adequar os estabelecimentos ligados ao turismo a normas de higiene e segurança para os visitantes. 

 

Outro cadastro de importância para os empresários do setor turístico é o que a Fumtec está fazendo para a inclusão dos estabelecimentos no guia oficial da cidade. O cadastro é gratuito e os empresários interessados devem acessar o formulário (clique aqui para acessar)


A Fumtec também está desenvolvendo o inventário, em parceria com o SEBRAE, para ter o levantamento completo dos estabelecimentos que trabalham com o turismo, como meios de hospedagem, de gastronomia e similares. Além disso, esta parceria também inclui o desenvolvimento do plano de desenvolvimento turístico e a promoção palestras aos empresários sobre o "turismo inteligente".


Bandeira Azul



Equipe faz a coleta de água para análise de qualidade
Foto: Divulgação


A cidade também está buscando a inclusão na fase piloto do Programa Bandeira Azul, a certificação internacional que atesta a qualidade de praias e marinas. Santa Catarina é o estado brasileiro com o maior número de locais certificados e Barra Velha pretende incluir a sua primeira praia - a do Cerro - no programa internacional.


Para tanto, as primeiras etapas começaram com as coletas de amostras de água da praia para análise pela Central de Laboratórios de Ensaios Analíticos (CLEAn) da Universidade do Vale do Itajaí. São dez etapas de coletas, onde são realizados testes microbiológicos e físico-químicos.

De acordo com Pierre Costa, presidente da Fumtec, a qualidade da água é um dos principais critérios para a inclusão no Programa Bandeira Azul. As análises também serão solicitadas ao Instituto do Meio Ambiente do Estado, para fortalecer o histórico de balneabilidade e, assim, inscrever a Praia do Cerro na fase piloto da Bandeira Azul. A partir daí, são dois anos para adequar a estrutura aos vários critérios exigidos para a certificação que, após aprovada, deve ser renovada anualmente.   


Novo mirante



Projeção do mirante nas Pedras Brancas e Negras
Foto: Divulgação


Outra obra que está nos planos para se tornar realidade e está em fase de captação de recursos é um mirante na região das Pedras Brancas e Negras, um local tradicionalmente conhecido pelas opções gastronômicas, a bela vista e, claro, a peculiar formação das pedras brancas e negras, uma formação geológica rara existente em poucos lugares do mundo.


Cicloturismo


Barra Velha também tem entre os planos a criação de uma rota de cicloturismo, de forma a explorar a área costeira, a lagoa e também as áreas rurais do município. Essa rota deve fazer parte de um circuito que abrange os municípios da Amvali - Associação dos Municípios do Vale do Itapocu.


Turismo Náutico



Pesca, esportes e lazer: potenciais de turismo náutico na Lagoa de Barra Velha
Foto: Rodrigo Knack / Aqui Comunica


Um grande potencial que Barra Velha pretende transformar em atrativo é a lagoa, que inicia no centro, é dividida pela foz do Rio Itapocu e termina em Araquari, quase na divisa com Balneário Barra do Sul.

Em Barra Velha a lagoa já tem como cartão postal a ponte pênsil e agora o prefeito Douglas Elias da Costa tem a intenção de fazer do local um grande atrativo para o turismo náutico.


Parcerias e apoios


Comitiva conhece projetos em Florianópolis para parcerias público-privadas
Foto: Divulgação


Em busca de parcerias e formas de viabilizar essa proposta, uma comitiva esteve em Florianópolis com o superintendente nacional da pesca e agricultura, José Henrique Francisco dos Santos e o Secretário Municipal de Turismo, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico de Florianópolis, Juliano Richter.


A inspiração é o modelo de parceria público-privada do projeto do Parque Urbano e Marina Beira Mar Norte de Florianópolis. Conhecendo melhor os trâmites que envolvem esse tipo de projeto, é possível analisar as formas de recuperar a lagoa do assoreamento e também aproveitar o potencial para desenvolver o turismo náutico de forma sustentável.

Pierre Costa explica que as parcerias e apoios são fundamentais para que os projetos voltados ao turismo de Barra Velha sejam colocados em prática. Para tanto, a Fumtec está buscando a integração com os municípios da região através do Grupo de Trabalho de Turismo, além de apoios da Agência de Desenvolvimento estadual - Santur.


As parcerias com a iniciativa privada também são importantes, tanto para a atração de novos investimentos em hospedagem, gastronomia e lazer, como também na infraestrutura.