Bandeira azul e projeto ambiental fecham Fórum Regional de Turismo de Barra Velha



Por Rodrigo Knack
Jornalista - Aqui Comunika / Revista Livre


O Fórum Regional de Turismo de Barra Velha encerrou com um agradecimento do presidente da Fundação Municipal de Turismo, Cultura e Esporte (Fumtec), Pierre Costa, a todos os presentes e aos gestores dos municípios que fazem parte da Amvali, integrante da região turística Caminho dos Príncipes.

Pierre destacou ser muito gratificante trazer grandes mentes pensantes do turismo para Barra Velha. Ressaltou que o Plano Municipal de Turismo, recebido durante o evento, está colocando o que a gestão municipal quer para o turismo, após muitos estudos e discussões. "Agora vamos dar o impulso que queremos para o turismo", completou.

Algumas das ações já estão em andamento. O presidente da Fumtec citou como exemplo a Praia do Cerro, que deve hastear a Bandeira Azul nesta temporada e vem aí a candidatura da Praia do Grant. Destacou a importância de trabalhar os municípios de forma conjunta, lembrando do andamento da aproximação com as cidades vizinhas Balneário Piçarras, Penha e Navegantes com a formação do Costa Azul Convention Bureau.

Além disso, ressaltou a importância em participar do Cigamvali, sendo um dos destinos que fazem parte da região que une serra a praia junto com as cidades de São João do Itaperiú, Massaranduba, Guaramirim, Jaraguá do Sul, Corupá e Schroeder. Agradeceu aos representantes desses municípios que estiveram no fórum de turismo também recebendo seus planos e programas de turismo inteligente.

Pierre aproveitou o momento para anunciar o lançamento de um projeto piloto ambiental no mês de maio. Em parceria entre a Fumtec e a Eco Local Brasil, o projeto "O mar não está para plástico" ja é realidade em cidades do Paraná e de Santa Catarina e, em Bara Velha, vai buscar a conscientização sobre a relação de todos com o combate ao lixo plástico nos oceanos, rios e na lagoa.

Este projeto será de caráter educativo e ambiental, através de ações de limpeza e levantamento de dados referentes aos volumes de resíduos solidos e plásticos que chegam as praias.  Para chegar aos objetivos, é necessária a participação popular, empresarial e do poder público de forma conjunta.
Postagem Anterior Próxima Postagem